Vagas de difícil preenchimento aguardam candidatos no CPAT

arnaldo salvetti trabalho renda dia trabalhador economia solidaria emprego

Pelo menos 21 vagas de emprego, com salários entre R$ 1.509,00 e R$ 1.650,00, estão disponíveis no CPAT – Centro Público de Apoio ao Trabalhador, órgão ligado à Secretaria Municipal de Trabalho e Renda. A maioria das vagas oferecidas pelo orgão são preenchidas em 48 horas, mas essas, 15 para eletricistas de manutenção de linhas elétricas desenergizadas e seis para eletricistas de manutenção de linhas elétricas energizadas, permanecem em aberto à espera de profissionais qualificados.

 

Os empregos são para uma empresa distribuidora de energia elétrica com sede em Campinas. Para o cargo de eletricista de manutenção de linha elétrica desenergizada é exigida experiência de seis meses na profissão, além de ensino fundamental incompleto. Os profissionais atuarão com construção de novas redes para a distribuição de energia e com manutenção, realizando troca de estruturas e entre outras atividades. O salário é de R$ 1.509,18 + 30% (periculosidade e benefícios).

 

Para os eletricistas de manutenção de linha elétrica energizada também é necessária experiência de seis meses, ensino fundamental completo e o candidato deve possuir certificado do curso de qualificação para trabalhar com rede energizada. O salário é de R$ 1.650,00 + 30% (periculosidade e benefícios). Esse tipo de profissional atuará com construção de novas redes para a distribuição de energia e com manutenção, realizando troca de estruturas e entre outras atividades.

 

Os candidatos podem ser moradores de Campinas ou de cidades da região. Os interessados devem procurar pelo CPAT Centro, à Avenida Campos Sales, 427.