Secretaria de Trabalho e Renda inaugura Feira da Economia Solidária na Vila União

arnaldo salvetti trabalho renda economia solidaria

Mais 12 famílias de Campinas, em situação de fragilidade econômica e social, passarão a ser beneficiadas pelo programa de Economia Solidária da Secretaria Municipal de Trabalho e Renda.
 
Será inaugurada amanhã (07/maio), às 9h, a feira da Vila União com 12 empreendedores que passam a gerir seu próprio negócio.
 
A feira acontecerá uma vez por semana, no sábado, das 9h às 17h, e ficará localizada na Rua Rubens Roberto Ciolfy, próximo à igreja católica.
 
Esta será a oitava feira da Economia Solidária implantada na cidade, sendo que quatro foram criadas no período de um ano. “Estamos dobrando, em um ano, a quantidade de feiras e beneficiando mais famílias que precisam de geração de renda para se manterem”, explica o secretário municipal de Trabalho e Renda, Arnaldo Salvetti Palácio Jr.
 
Todos os participantes passaram por oficinas de qualificação antes de ganharem o espaço na feira para venderem seus produtos.
 
Das 12 barracas que iniciam a feira no sábado, seis são do segmento de alimentação e outras seis de artesanato.
 
Na alimentação, os novos feirantes venderão diversos produtos como pasteis, bolos, doces, lanches diversos e salgados, entre outros.
 
Todos os produtos são feitos artesanalmente e é vedada a venda de industrializados no local.
 
“Estamos oferecendo as possibilidades que temos no momento para que as pessoas desempregadas consigam uma renda mínima para sustentar as suas famílias”, explica Salvetti.
 
A feira Vila União será a oitava do gênero em Campinas.
 
Outras sete estão instaladas na Praça Bento Quirino e Largo do Pará (Centro), Avenida Suaçuna e Parque Linear Capivari (região do Ouro Verde) e Praça da Concórdia (Campo Grande), bairro Vida Nova e Vila Costa e Silva.
 
Ao todo, cerca de 140 famílias são beneficiadas pelo programa.