Etecri abre inscrições para cursos gratuitos em Campinas

A Prefeitura de Campinas e o governo do Estado de São Paulo firmaram uma parceria para divulgar e captar alunos para cursos gratuitos de economia criativa. São 300 vagas abertas para os cursos de vitrinista, recreacionista, food styling gastronomia, técnicas de design de moda e grafite. Todas as atividades visam estimular a pessoa a ser empreendedora, para criar pequenas empresas e desenvolver produtos.

As inscrições para os três períodos (manhã, tarde e noite) estão abertas até o dia 17 de agosto de 2018. Os interessados devem ser alfabetizados, ter mais de 16 anos e fazer a matrícula pessoalmente na sede da Etecap (Escola Técnica Estadual Conselheiro Antonio Prado), na Avenida Cônego Antônio Roccato, s/n, no Jardim Santa Mônica.

O programa de Economia Criativa é desenvolvido pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação do Governo do Estado de São Paulo (SDECTI), por meio da Etecri (Escolas de Técnicas de Economia Criativa), em parceria com o Centro Paula Souza, uma autarquia do governo paulista que administra 220 escolas técnicas (Etec’s) e 66 faculdades de tecnologia (Fatec’s) do estado. A parceria com o município de Campinas envolve as secretarias de Trabalho e Renda, de Educação, de Esportes e Lazer, e de Desenvolvimento Econômico, Social e de Turismo.

Após a reunião entre representantes da Etecri e da Prefeitura de Campinas, que definiu os termos da parceria para promoção dos cursos, o secretário municipal de Trabalho e Renda, Luis Yabiku, destacou a relevância da economia criativa na preparação de uma mão de obra alinhada à inovação tecnológica. "A economia criativa atrai jovens que procuram um ensino mais prático e dinâmico e precisamos estimular essas pessoas a alcançarem seus objetivos", disse Yabiku.

Programa pedagógico

De acordo com o gerente da Etecri em Campinas, Ronay Simões Assunção, os cursos possuem carga horária de 100 a 160 horas e duram de 30 a 45 dias. O material didático (apostilas) e o programa pedagógico são desenvolvidos pelo Centro Paula Souza. A meta do programa é formar 2.500 alunos anualmente em cada unidade da Etecri em todo o Estado de São Paulo.

Em Campinas, as primeiras turmas foram formadas em 12 de julho com quase 200 alunos. O programa funciona também nos municípios de São Vicente, São Bernardo do Campo, Lençóis Paulista, Presidente Prudente e Santos.

Estrutura

As Etecris são espaços inovadores de ensino que disponibilizam cursos gratuitos de qualificação profissional voltados à economia criativa. As instalações contam com laboratórios multifuncional e de informática e salas de aula. A metodologia de ensino inclui dinâmicas de grupo e exposição dialogada, complementada com material didático e vídeo institucional.

A proposta é garantir preparo profissional que acompanhe o avanço da tecnologia e as últimas tendências de mercado. Segundo diagnóstico da Economia Criativa, apresentado em 2015 pela SDECTI, o Estado de São Paulo é o maior centro de atividades do setor no País, responsável por 25% dos empregos e estabelecimentos voltados ao segmento.

Inscrições

A inscrição deve ser feita pessoalmente na sede da Etecri na qual o candidato pretende estudar, apresentando os originais de um documento de identificação com foto e do CPF. Em Campinas, a Etecri fica no campus da Etec Conselheiro Antonio Prado, na Avenida Cônego Antônio Roccato, s/n, km 3,5 no Jardim Santa Mônica. O horário de atendimento é das 9h às 17h. O telefone para mais informações é: (19) 3216-4818.

 

Conheça os cursos:

Recreacionista (160 horas)

Objetivo: capacitar o aluno para atuar na promoção de atividades recreativas diversificadas, voltadas ao entretenimento, à integração social e ao desenvolvimento pessoal dos clientes, de acordo com as normas de segurança.

Vitrinista (160 horas)

Objetivo: planejar, conceber e realizar projetos de vitrine, aplicando noções de luz, cor, textura, proporção, equilíbrio e percepção, a partir das necessidades do lojista e do consumidor.

Grafite (160 horas)

Objetivo: conceber, elaborar, desenvolver e executar projetos de pintura mural visando destacar promocionalmente o ambiente externo ou interno e, valorizar o espaço ou o produto. Criar e planejar o impacto visual com uso da linguagem do desenho podendo incorporar texturas às produções.

Técnicas de design de moda (160 horas)

Objetivo: o curso de Técnicas de Design de Peças de Vestuário tem por objetivo capacitar o aluno para desenhar croquis de estilo feminino, masculino e infantil e representar peças do vestuário, viabilizando a criação de produtos de moda.

Food Styling Gastronomia (160 horas)

Objetivo: produzir uma imagem fotográfica ou uma cena de vídeo de um alimento tornando-o visualmente atraente, transmitindo através de uma imagem o seu sabor e textura.