Dia D promove inclusão de deficientes no mercado de trabalho

A Secretaria Municipal de Trabalho e Renda, em parceria com o Ministério do Trabalho, promove no dia 29 de setembro (sexta-feira), o Dia D, evento que tem por objetivo a inclusão no mercado de trabalho das pessoas com deficiência (PcDs) e reabilitados do INSS. Em Campinas, o Dia D será realizado na sede do CPAT (Centro Público de Apoio ao Trabalhador), na avenida Campos Salles, 427, Centro, das 8h às 16h. Esse é o quarto ano consecutivo em que a Prefeitura de Campinas desenvolve essa ação.

O secretário municipal de Trabalho e Renda, Luis Yabiku, ressaltou a importância da inclusão dos PcDs no mercado de trabalho. ”Ao contratarem uma pessoa com deficiência, as empresas oferecem a elas não apenas um emprego, mas uma nova perspectiva de vida”, afirmou Yabiku.

Durante a realização do Dia D, toda a estrutura do CPAT será colocada a disposição para o atendimento e encaminhamento das pessoas com deficiência às empresas contratantes, que realizarão o processo seletivo no próprio local. “Vale ressaltar que esse serviço de inclusão dos PcDs no mercado de trabalho é feito pelo CPAT durante todo o ano”, explicou Yabiku.

Além de empresas notificadas por não cumprirem a cota de contratação de PcDs prevista em lei, participarão do Dia D representantes do Ministério do Trabalho, do INSS e da Procuradoria Regional do Trabalho da 15ª Região (PRT-15). A ação contará também com o apoio da Secretaria Municipal de Direitos da Pessoa com Deficiência e Cidadania.

No comparativo entre os primeiros semestres de 2016 e 2017, houve um crescimento de 45,83% no número de pessoas com deficiência incluídas no mercado de trabalho por intermédio da atuação do CPAT. Foram 48 contratações nos primeiros seis meses do ano passado e 70 este ano. Em 2017, até agora o CPAT foi responsável por 23,6% do total de PcDs contratados na cidade.

De acordo com a coordenadora do CPAT, Silvia Garcia, as empresas notificadas poderão cadastras as vagas disponibilizadas aos PcDs até o dia do evento. “As pessoas com deficiência devem incluir seus currículos no cadastro do Sine por meio do portal Mais Emprego ou diretamente com um dos atendentes do CPAT. Isso pode ser feito anteriormente ou durante o próprio Dia D. Esse ano, esperamos um crescimento significativo em relação a 2016”, destacou Sílvia.